Blog da Contabord

Porque sobe e desce do Dolar ?


Como o sobe e desce do dólar influencia a economia, é preciso adotar uma lógica simples: ganha mais quem recebe pagamentos em dólar, e perde quem tem custos a pagar na moeda americana.





O dólar tem alguns aspectos que produzem essa variação para cima ou para baixo. Em primeiro lugar, é uma legislação brasileira que estabelece que o dólar é flutuante, ou seja, no Brasil, o dólar não tem preço fixo, varia no mercado. Então, é o mercado quem diz o preço do dólar. Sobe quando existe pressão de compra, quando há muita gente querendo comprar. O dólar também aumenta quando há essa desconfiança na moeda nacional, ou seja: eu preciso me proteger comprando dólar, porque eu sei que comprando dólar eu tenho mais segurança.

O que faz o dólar baixar? O que impede o dólar de cair?

Por exemplo, uma publicação sobre China e Estados Unidos entrando em um acordo que não irão ficar tarifando mais um a mercadoria do outro. Isso é uma informação importante e vai fazer com que o mercado entenda que o preço do dólar deve cair, e automaticamente esse sintoma vai fazer com que o dólar caia. Outro exemplo, nós teremos aqui no Brasil informações positivas da economia, como geração de empregos, aumento de renda, economia voltando a crescer... Automaticamente esse tipo de informação faz com que o dólar venha a cair.

Há como saber se o dólar vai cair ou subir?

Como acompanhar esse movimento?

O ideal é acompanhar diariamente o cenário e, desse modo, o consumidor vai ver quais são as perspectivas.

Qual a influência do dólar na economia brasileira? O que o dólar influencia no Brasil?

São vários os pontos que podem ser observados. O primeiro deles é com relação a economia como um todo. Quando o dólar sobe, muitos dos produtos brasileiros ficam caros, pois são fabricados através de importações de componentes. Se o dólar sobe, essas importações vão encarecer e consequentemente o produto nacional também, e isso afeta diretamente a inflação.

O outro lado, que é favorável é com relação à exportação. Se o dólar sobe, estimula a exportação, ou seja, os exportadores brasileiros vão vender a mesma quantidade de dólar recebendo mais por aquelas vendas. Então, é ótimo para os exportadores e ruins para os importadores.

O que o dólar alto influência?

Por exemplo, para quem é exportador de frutas aqui no Ceará: vamos supor que esteja exportando a fruta por um dólar, ele ganha R$4 em uma fruta. Então, vai ter uma receita maior, um lucro maior. Para os exportadores é excelente o dólar alto. Para os importadores, é ruim o dólar alto, porque vai pagar mais reais pelo produto que ele está importando e isso é válido para a questão de viagens.

Quem está saindo do Brasil para ir ao exterior, compra o dólar mais caro, mas para quem vem de fora, vai gastar menos dólares para fazer as mesmas coisas que faria antes com mais dólares.

Como comprar e vender dólar? Quantos dólares posso comprar, há limites?

É muito simples, hoje, praticamente todos os bancos brasileiros possuem a carteira de câmbio e, se for por volume elevado, acima de US$ 100 mil, tem que ser numa instituição financeira, em um banco. No entanto, até US$ 100 mil você compra em qualquer corretora de câmbio, inclusive pontos de renda, lojinhas que vendem o dólar a vontade.

Então, até US$ 10 mil não há nenhuma burocracia, é realizar com uma corretora de câmbio sem nenhum procedimento especial, é comprar com seus reais e receber os dólares. Acima de US$ 10 mil, até US$ 100 mil, já tem um procedimento que a corretora vai exigir. Se for acima de US$ 100 mil tem que ser num banco.

Qual a diferença entre compra e venda do dólar?

Nenhuma. É muito simples, por exemplo, você viajou, comprou US$ 10 mil para viajar, quando você chegou sobrou um determinado valor. Não há o desejo de ficar com o dólar, então, você vai lá na corretora e vende.

Como comprar dólar para investimento? Como investir em dólar?

Se você não vai viajar, mas acha que o dólar vai subir no futuro e quer guardar a moeda, porque entende que o dólar é um bom investimento, o rendimento do dólar no futuro é melhor que o rendimento da caderneta de poupança. É um melhor rendimento do que aplicar em bolsa. Você compra o dólar e guarda num cofre.

Você também pode aplicar em fundos que tem a variação do câmbio e não em outros papéis, então pode aplicar em outros fundos.

Onde comprar dólar mais barato?

É preciso fazer uma pesquisa. É igual comprar uma mercadoria qualquer: você liga para uma corretora e pergunta qual a taxa de câmbio. Se for R$ 4,20 e você ligar para outra que está por R$ 4,19, você compra na que está por R$4,19. Tem que pesquisar, tanto para comprar quanto para vender.

Qual a diferença entre o dólar comercial e turismo?

Dólar comercial é aquele que são feitas as transações internacionais de importação, de exportação e de serviços. O câmbio turismo é aquele feito em menor quantidade, que é utilizado para viagens, tanto das pessoas que estão saindo quanto os que estão chegando no País. Então, como são em volumes pequenos, essa operação é mais cara. O câmbio turismo é mais caro porque é muito no varejo.

O que é dólar paralelo?

Dólar paralelo é sinônimo de dólar turismo. O dólar paralelo é o dólar turismo que é feito entre as pessoas sem passar pela casa de câmbio. Por exemplo, sobrou dólares da sua viagem e eu quero comprar dólares, eu posso comprar diretamente de você, uma pessoa física que compra de outra sem passar por corretoras ou banco.

Saiba mais sobre a Contabord.

Somos um escritório preparado para atender com ferramentas modernas e atualizadas, integrando o financeiro de sua empresa a contabilidade, gerando resultado e rapidez nas informações.

Sobre os parcelamentos , fazemos os levantamentos e simulamos as opções para melhor fluxo de caixa das empresas.

Sobre gestão da sua empresa, também atuamos na assessoria e sugestões de melhoria e processos, assim existem questões importantes para o sucesso de uma empresa, local, estratégias, rotina de trabalho, sistemas, modelo de negócio e forma de atuação.

Sua empresa tem um sistema de gestão interno via web e por aplicativo? É importante para qualquer modelo de negócio uma estrutura profissional e um sistema de gestão., Já pensou em um sistema simples e custo baixo?

Chegou o On Balance, um sistema de gestão para empresas, emissão de notas e boletos, tudo em ambiente web, Clientes Contabord, tem plano especial com menor custo do mercado.

Sua empresa tem um sistema de gestão on line e com custo baixo?

Conheça o sistema OnBalance da domínio sistemas em parceria com a Contabord.

Facilitar a sua rotina , esse é o caminho do futuro e o sistema da Thomson Reuters. O OnBalance é o software em nuvem feito para organizar e controlar a gestão financeira do seu negócio de uma forma mais simples, trazendo benefícios e menos preocupações para você.

Controle com simplicidade. Cresça com eficiência. Gerencie suas contas a pagar e a receber sem perder o controle do seu negócio. Com o OnBalance você acompanha as principais informações sobre as suas finanças, de um jeito bem claro e objetivo.

Permite: Gestão de Vendas de Serviços, Gestão de Contratos, Gestão de Vendas de Produtos, Controle Financeiro, Controle de Devoluções de Produtos, Gestão de Compras, Gestão de Estoques, Emissão de NFS-e, e Nfe, Emissão de Boletos e integração on line com a contabilidade.

Clientes da contabord, tem parceria exclusiva com o menor custo e todo o suporte de assessoria na implantação do sistema.







Contabord Assessoria contábil

Fone e whats: 51 993.15.31.37

Email: contabord@gmail.com

MARKETING DIGITAL


Hoje qualquer modelo de negócio deve possuir um marketing, assim o mercado oferece varias ferramentas, abaixo sugerimos LEADLOVERS um motor de vendas on line, veja mais a baixo:

Sua empresa tem Marketing digital?

Saiba mais sobre LeadLovers

Aqui



Contabilidade segura, digital, online e com atendimento premium exclusivo.

Somos pioneiros em contabilidade digital, de forma online, com mais de 20 anos de experiência no mercado.

Nosso diferencial:

- Abertura de empresa grátis;

- Sistema de gestão financeira incluso no plano mensal;

- Recuperação de créditos tributários gerando caixa

para empresas.